Gestão de pessoas: o diferencial competitivo das organizações

A área de Gestão de Pessoas é a parte mais importante de uma empresa, pois é por meio dela que é feita a gestão do bem mais valioso que a organização possui: as pessoas.

São as pessoas que produzem produtos ou prestam serviços atrativos e competitivos ao mercado, impactando diretamente no desempenho e resultado da organização. Somente elas possuem habilidades, são capazes de inovar, buscar melhorias, resolver problemas e são responsáveis por deter o capital intelectual da empresa. Logo, são únicas, tornando-se o bem mais valioso e disputado no mercado.

Desta forma, as organizações necessitam estar comprometidas e engajadas com as pessoas, desenvolvendo e valorizando o seu capital intelectual, para que retenham esses talentos e obtenham sucesso. Portanto, apresentamos abaixo 10 dicas para uma boa Gestão de Pessoas na sua empresa:

1) Tenha um planejamento estratégico formalizado, com indicadores de desempenho voltados para a área de Gestão de Pessoas;

2) Defina as responsabilidades e o grau de autonomia de cada colaborador;

3) Selecione pessoas certas, realizando a integração delas nos primeiros dias de trabalho. Tenha um processo seletivo aperfeiçoado, contratando pessoas que estejam de acordo com os valores e estratégias da empresa;

4) Invista em Treinamento e Desenvolvimento. Desenvolvas as pessoas, incluindo lideranças, para que elas possam se desenvolver pessoal e profissionalmente, alcançando os resultados propostos. Desenvolva lideranças transformadoras;

5) Esteja atento e atualizado com relação à legislação trabalhista;

6) Apresente um plano de carreira;

7) Tenha uma remuneração compatível com o mercado e um plano de benefícios atraente para os colaboradores, podendo incluir um plano de benefícios flexíveis e benefícios não monetários;

8) Proporcione feedbacks construtivos e constantes, principalmente, para as novas gerações;

9) Invista em uma comunicação eficaz;

10) Ofereça uma boa qualidade de vida no trabalho, desenvolvendo e mantendo um ambiente saudável, um bom clima organizacional e aberto à participação de todos.

Assim, recomenda-se que as empresas incluam em seu Planejamento Estratégico as dicas propostas acima para que haja planejamento, monitoramento das ações e pessoas responsáveis por cada uma. Da mesma forma, sugere-se que as dicas sejam implementadas por profissionais qualificados (contratados ou terceirizados) na área de Gestão de Pessoas, com o apoio das lideranças da empresa, tornando essas ações parte da cultura organizacional.

Caroline Hoffmeister

Pós-graduada no curso de MBA Gestão da Qualidade pela Feevale, graduada em Administração com Habilitação em Recursos Humanos pela Unisinos e formação de Coaching pela SLAC. E-mail: caroline @doms.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.